+   Qualidade da Limpeza
     
Riscos e faixas no para-brisa   Partes não limpas no para-brisa   Formação de névoa no para-brisa   Trepidação e ruído
 
1)   Problemas que podem ser percebidos visualmente:
   
Borracha trincada e/ou ressecada   Borracha deformada   Borracha rasgada e/ou ressecada
 
  Lâmina quebradiça  
  Causa provavél:
Ataque químico de produtos a base de álcool ou querosene.
 
  Solução:
Utilizar somente água na lavagem dos vidros e completar com limpa pára-brisa o reservatório de água, a utilização regular deste produto prolonga a vida útil da palheta.
 
 
  Lâmina torta  
  Causa provavél:
Carros parados muito tempo sob sol sem utilização regular do sistema
de limpadores.
 
  Solução:
Acionar o jato de água e as palhetas diariamente, para hidratação da borracha.
 
 
  Lâmina rasgada  
  Causa provavél:
Muitas vezes causada por bater na guarnição ou na hora da
Instalação;
 
 
 
 
  Lâmina com impregnações resistentes  
  Causa provavél:
Resíduos orgânicos ou químicos
 
  Solução:
Acionar o jato de água e as palhetas diariamente, para hidratação da borracha.
 

2)   Problemas que podem ser percebidos ao acionar a palheta:
 
  Trepidação ou chiado  
  Fim de vida útil da palheta, borracha ressecada por ataque químico ou braço fora do ângulo de torção.  
 
  Má qualidade de limpeza ou agarramento  
  Borracha torta, quebradiça ou produto químico impregnado no pára-brisa
 
 
  Barulho em alta rotação  
  A palheta está tocando a guarnição do vidro por estar encaixada de forma incorreta ou braço com parafuso solto.
 
   
 
3)   Problemas com o braço:
 
O braço pode estar solto no eixo pivô (ajustar). As molas de compressão podem estar desgastadas.
Regular: Se regulado incorretamente na posição de repouso sobre o vidro, quando ligado baterá na guarnição do pára brisa.
 
4)   Dicas e cuidados:
 
  1. Testar sempre as palhetas dianteiras e traseiras, o custo do vidro traseiro do carro é ainda maior que o pára-brisa, já que o mesmo muitas vezes é térmico;

  2. Verificar a aplicação correta para o modelo e ano do veículo;

  3. Trazer a palheta nova para perto do veículo no momento da substituição, nunca deixar o braço sem palheta em pé, pois qualquer vibração pode levá-lo a condição de repouso e a força
    de retorno pode quebrar o vidro do carro;

  4. O spoiler das palhetas devem ser instalados sempre para baixo (obs. Alguns carros tem spoiler apenas do lado do motorista por questão de projeto)

  5. Utilizar produtos adequados para o reservatório de água do limpador (Limpa para-brisa Dyna);

  6. Utilizar diariamente o sistema de limpador para hidratação da borracha e melhor visibilidade mesmo em dias sem chuva.
 
+   Alguns cuidados aumentam a vida útil das suas palhetas
     
Sempre que lavar o carro,
passe pano úmido
(com água apenas) nas
lâminas de borracha
  Nunca use querosene
na lavagem, nem produtos
químicos, pois danificam
a lâmina da borracha
  Utilize sempre o Limpa
Para-brisas Dyna, que não
resseca a borracha e diminui
o atrito da palheta com o vidro
  Palhetas duplas reduzem
pela metade a vida útil do
sistema do limpador
de para-brisa
 
Caso o problema persista, pode ter chegado a hora de trocar o braço. Em caso de dúvidas, ligue SAC Dyna 0800 55 86 11.
 
   
Matriz Guarulhos
Rua Barão do Rio Branco, 208
Itapegica - Guarulhos / SP
Cep 07042-010
Tel:. 55 11 2423 2100
   
   
 
 
 
© 2017 - Dyna Indústria e Comércio Ltda | Todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento. Blend Brasil, Branding Web.